Motivos para o gato miar demais - entenda - Vitale - Centro Médico Veterinário

Motivos para o gato miar demais – entenda

Seu gato mia demais? Fique alerta!

Esta é uma das formas usadas pelo seu bichinho para se comunicar. Por isso, é importante entender os sinais. Afinal, os motivos para que miem demais são vários, por isso é preciso analisar as características num todo.
Continue a leitura e descubra os motivos que podem levar a este acontecimento e também saiba outras curiosidades sobre os felinos.


Entenda um pouco mais sobre a comunicação dos gatos

Todos os animais possuem diferentes formas de comunicação. Entender os diversos sinais fará com que a convivência seja mais segura e harmoniosa.
No caso de gatos, especificamente, a comunicação vai além do miado. Os outros sinais podem ser bufos, grunhidos, choros e até movimentos corporais. Quanto mais a convivência com o pet, mais fácil a troca de informações.
Mesmo que existam muitos pontos na comunicação que possam servir de gatilho para entender, é preciso ter a consciência de que cada um possui uma personalidade.
Então, os comportamentos podem mudar de acordo com gato, raça e até ambiente em que foi criado.


Principais motivos que fazem o gato miar demais

Ainda que seja por um motivo aparentemente bobo, o miado de um gato não deve ser ignorado.
Para ajudar ainda mais neste entendimento, conheça os principais motivos que fazem o gato miar demais. A partir da explicação apresentada, as possíveis ações subsequentes ao miado poderão ser norteadas de forma mais assertiva. Confira:


Fome

Por mais que os gatos pareçam independentes, quando a fome chegar e não encontrarem o que comer, o miado é certeiro. Os filhotes, especificamente, são os que mais emitem o miado de fome, porque ainda estão ganhando a sua independência.
Porém, é bom sempre ressaltar a exigência dos felinos, então, o miado também irá acontecer quando a comida não o agradar ou o pote estiver sujo.

Sede

A sede seguirá a explicação anterior, mas com alguns detalhes extras. Além do miado acontecer quando não tiver água, o gato também pode emitir o som quando o líquido estiver, aparentemente, sujo.
Indo um pouco mais além, existem alguns gatos que possuem o costume de beber água corrente, então, a água parada não será satisfatória. Nesses casos, os donos deverão criar formas de o gato realizar a sua hidratação, seja abrindo a torneira ou comprando uma fonte específica.

Período de Cio

As gatas quando entram no cio podem dar dor de cabeça aos donos. O comportamento do animal muda bruscamente neste período, então é preciso ter muita paciência.
Um dos motivos para o gato miar demais nesta época é o fato do som emitido servir como um chamado para os gatos machos. Muitos donos optam pela castração, o que é recomendado em 100% dos casos.

Pedido de atenção

Mesmo que sejam mais livres do que muitos animais, os gatos também necessitam de atenção. O miado, neste caso, poderá ser uma forma de chamar o dono para que brincadeiras ou carinho.
Quando o comportamento for frequente, o dono terá uma facilidade maior na hora de identificar o miado.

Dores

O gato tem o costume de procurar um esconderijo quando sente algum desconforto ou dor. Entretanto, alguns utilizam o miado para avisar ao dono que algo de errado está acontecendo.
As dores nas articulações também podem fazer com que o gato fique estressado e comece a miar. O problema é muito comum em gatos idosos podendo fazer com que fiquem também mais agressivos.
Fique de olho nos sinais e procure um veterinário, caso comece a se esconder e parar de se alimentar.

Estresse

O estresse pode ser causado por muitos fatores, tais como: falta de carinho, mudança de ambiente, barulhos excessivos e até a presença de outros gastos.
Analise o que está causando e tente melhorar o ambiente e o seu comportamento.

Tédio

O tédio também é um motivo que deve ser levado em consideração quando o gato miar demais. Mesmo que pareçam tranquilos demais, os felinos precisam brincar e gastar energia para não ficarem estressados.
Dependendo do temperamento do bichinho, outro gato pode ajudar a acabar com esses momentos entediantes. Mas é preciso ter muita cautela na hora de escolher um companheiro para o seu animal, pois se houver desentendimento, ou quebra da individualidade do pet, dificilmente a paz será reestabelecida.


Afinal, como resolver o problema de um gato que mia demais?

Existem alguns motivos básicos que levam o gato a miar. Então, a solução para o miado excessivo é criar medidas preventivas para que os motivos bases não aconteçam.
O dono pode investir na compra de boas rações, não deixar o animal muito tempo sem receber carinho, levar ao veterinário constantemente e realizar a castração.
Lembre-se sempre que os gatos merecem estar em um lar repleto de amor e longe de qualquer instrumento físico ou pessoal que faça com que a sua vida seja atrapalhada.

CTA-Vitalecmv