Doença de pele em cães: conheça as principais - Vitale - Centro Médico Veterinário

Doença de pele em cães: conheça as principais

Doença de pele em cães. Seu cachorro está se coçando muito? Percebeu que os pelos estão caindo ou observou vermelhidão? Seu bichinho pode estar com uma doença dermatológica. Caso constatado algum desses sintomas, é importante visitar um médio veterinário com urgência, porque se o quadro evoluir, outros problemas graves podem surgir.


Principais doença de pele em cães

Confira os sintomas de cada doença dermatológica e as causas.


Sarna

Existem alguns tipos de sarna porem duas são mais comuns: a demodécica e a sarcóptica. A consequência de ambas é inflamação de pele e queda de pelos. Entretanto, há diferenças entre elas.

A demodécica não é transmissível por contato direto entre animais e pessoas, acomete cães com predisposição genética. A única maneira de evitar, portanto, é não cruzar animais com histórico na linhagem. Não há cura, mas o animal precisa ser mantido com o sistema imunológico forte para evitar piora das lesões. Sendo assim, o tutor deve dar ração de qualidade, manter as vacinas em dia, passear regularmente e levar em check-ups semestrais.  

A sarcóptica é muito perigosa, pois é contagiosa para outros cães, gatos e seres humanos. Esse tipo, no entanto, tem tratamento. São ministrados medicamentos com princípios ativos que combatem o ácaro causador da sarna.


Dermatite alérgica à picada de ectoparasitas

As pulgas e carrapatos, durante a alimentação do sangue do animal, causam coceira, vermelhidão e a inflamação da pele. A dermatite alérgica a picada desses parasitas pode agravar bastante causando lesões bem complicadas. Os carrapatos podem transmitir anemia e doenças infecciosas graves, e as pulgas transmitem vermes intestinais.

A prevenção deve ser feita com controle desses parasitas, que pode ser feito com produtos que matam (spray e coleira) ou por via oral (remédios que protegem por três meses).


Fungos

Cães com “dobrinhas”, como os de raça sharpei e pug, bulldogues, shih tzu podem sofrer com fungos com bastante frequência, porem qualquer cão ou gato independente da raça apresentam fungos. Após o banho, axila e virilhas podem não ser secas adequadamente e isso ajuda na proliferação. A grande consequência é o aparecimento de lesões arredondadas ou marcas escuras, queda de pêlo intensa, feridas e vermelhidão podem acontecer em caso de infecções bacterianas secundárias normalmente. Em caso de fungos, a coceira não é comum. É contagiosa para outros pets e seres humanos por contato direto com animais contaminado e pertences como lençóis, colchão, tecidos que o pet usa.


Calos

Os calos são comuns nos cotovelos e patas e têm como característica o ressecamento de pele e ausência de pelo. Apesar de parecerem inofensivos, caso não recebam atenção necessária, podem causar úlceras, sangramentos e infecções.

A causa, geralmente, é pelo contato excessivo com superfícies duras e sensibilidade da pele. Acontece mais frequentemente em cães de médio e grande porte.


Piodermite é uma doença de pele em cães

A piodermite é uma infecção causada por bactérias. Geralmente, está relacionada a alguma outra doença. Por isso, caso os sintomas apareçam, é preciso investigar porque a doença de base pode ser outra, como dermatite alérgica ambiental ou alimentar ou fúngica.

Os principais sintomas são lesões com presença de pus, pele avermelhada e muita coceira. Para prevenir, o animal deve viver em um ambiente sempre limpo, tomar banho regularmente, estar protegido contra pulgas e carrapatos e ir em consultas veterinárias para check-ups.


Dermatite alérgica e Alergia Canina

A dermatite alérgica pode ser causada por substâncias químicas (como produtos de limpeza) ou outros componentes que são aplicados diretamente no cachorro (como shampoo e perfume). O ideal é manter distância de tudo que pode ser prejudicial.

Caso observe coceira, pele avermelhada e outras inflamações é importante ir ao veterinário.

A alergia canina é bem semelhante a dermatite. O cão que tiver contato com uma sustância que cause alergia terá como sintoma olhos vermelhos e marejados, coceira, pele irritada pelo atrito. A causa pode ser alimentar, por isso, em grande parte das vezes, como tratamento o animal precisará mudar a alimentação.


Como deve ser o tratamento?

O tratamento varia de doença para doença. Em alguns casos, é preciso ministrar antifúngicos ou antibióticos, em outros, apenas shampoo especifico e hidratantes. Apenas um profissional pode determinar o melhor caminho.


Como evitar doença de pele em cães?

A melhor maneira de evitar as doenças de pele em cães é, além de manter as vacinas em dia, realizar controle de pulgas, cuidar da higienização e visitar regularmente (check-ups anuais) o veterinário.

Outro ponto importante é escolher bem o shampoo ou o sabonete para dar banho. Alguns são mais indicados do que outros e, dependendo dos componentes, a pele pode ficar irritada.


Procure um médico veterinário em caso de sintomas de doenças de pele em cães

É importante olhar diariamente a pele do animal em busca de sinais de doenças de pele. Quando não tratadas, podem gerar complicações e o tratamento será ainda mais complicado.

Procure um médico veterinário o quanto antes assim que achar manifestações de algum desses problemas!

O Centro Médico Veterinário Vitale 24 horas possui experiência nas mais diversas especialidades, incluindo profissionais preparados para lidar com infestações e demais doenças resultantes de contato com pulgas e carrapatos.

O Vitale está localizado na Avenida dos Bancários, 06, na Ponta da Praia, em Santos. Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone (13) 3041-3490 ou Whatsapp (13) 98133-7753. Realizamos atendimento de todas as especialidades, incluindo emergencial 24 horas por dia.

Nos siga Facebook Vitale Centro Médico Veterinário e no Instagram @vitalecm

Saiba como escolher um veterinário em Santos.

CTA-Vitalecmv